quinta-feira, 15 de janeiro de 2009

Trabalho com nomes


Vou postar alguns textos que recebi durante meus últimos cursos de Letramento e de professores Alfabetizadores.

TRABALHO COM NOMES

"A primeira preocupação no processo de alfabetização deve ser a de procurar trabalhar com elementos significativos para o aluno e sabemos que o que tem mais significado para uma criança é seu próprio nome, seu nome que a identifica e lhe dá identidade.
A lista de chamada dos alunos de uma classe é um material didático importantíssimo e pode ser aproveitada para atividades diversificadas dentro das áreas de estudo, nos primeiros anos.
Para trabalhar com os nomes dos alunos, o professor deve ter certeza da grafia correta e precisa colocá-los em ordem alfabética com atenção.As dificuldades ortográficas dos nomes das crianças devem ser trabalhadas com naturalidade.
O uso da letra de forma maiúscula, também chamada letra bastão no início da alfabetização, facilita a discriminação visual, além de apresentar traçado mais simples. No entand, aconselha-se apresentar e usar outros tipos de letras, como a cursiva e a de imprensa. Quanto a letra cursiva, o professor deve ter cuidado com o traçado para que as letras possam ser identificadas com facilidade.
Os crachás e os prismas serão recolhidos diariamente e o listão ficará afixado na sala de aula, em um lugar visível para todos. No início da aula, todos os dias, os crachás e os prismas serão entregues aos seus respectivos donos. Como existem várias maneiras de se fazer essa entrega, o professor deve procurar dar variedade à atividade.

Atividades para entrega dos crachás

* Chamar a criança pelo nome e pedir que ela o repita.
* Chamar o aluno pelo nome e mostrar o crachá para a classe. A criança levanta para buscá-lo.
* Mostrar um crachá, sem ler, e esperar que o dono ou seus colegas o reconheça.
* Mostrar um crachá, sem ler, e dar uma característica do dono. As crianças devem identificar quem é.
* Embaralhar os crachás e entregar um para cada criança e pedir que cada aluno procure o seu.
* Embaralhar os crachás e entregar um para cada aluno que deverá entregar o crachá em seu poder para o respectivo dono.
* Misturar os crachás na mesa do professor e pedir às crianças que, fileira por fileira, venham procurar seu nome.
* Deixar os crachás embaralhados na mesa do professor. Cada um dos alunos deve pegar um crachá cujo nome reconhece e entregar ao dono."


Esse texto recebi num dos cursos que fiz, mas não tem o autor e nome do livro.

Foi um dos textos que me ajudou a entender o como trabalhar a alfabetização de forma significativa.
Deixar de lado essas atividades de cópia do nome não sei quantas vezes. Pra quê?
Acho que é nosso papel como educadores parar pra pensar por que fazer essa atividade. Pensar antes pra quê, qual objetivo? Só memorização. Passar o tempo?
Tem que ter objetivo, finalidade as atividades propostas.
Ao preencher com o nome completo as folhas de atividades ele pode até copiar o nome do crachá ou da lista, mas é uma cópia com significado. Quando coloca seu nome nos materiais, nas atividades tem uma finalidade de identificação, tem sentido.
Essas atividades acima fiz em vários momentos e deu muito certo.

Postarei mais atividades que já testei e deu certo.

Um comentário:

Cultura na Rede disse...

Olá!
Gostei do ambiente e das postagens!
Parabéns e se possíel visite-nos
Ab[]s
Luiz

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails